Cirurgia no Nariz 2020: tudo o que você precisa saber

Saiba o que é a cirurgia, o que fazer no pré e no pós-operatório, e como se preparar para realizar a cirurgia de rinoplastia.

Está insatisfeito com o seu nariz ao olhar no espelho? Para mudar isso, a melhor solução é através da cirurgia plástica de rinoplastia. Uma das cirurgias de face mais realizadas no Brasil atualmente. Temos conhecimento que o nariz é um dos mais importantes órgãos da face, e também a sua importância para o sistema respiratório.

Por isso e outros fatores, ele tem mais que o apelo funcional: a sua parte estética também é muito importante e pode gerar muita insatisfação quando não está harmônico com o rosto.

O sonho de muitas pessoas é realizar uma cirurgia no nariz, mas você sabe como deve proceder antes e depois da cirurgia?  Veja algumas dicas de como se preparar para o procedimento:

Consulta pré-operatória

A primeira consulta do paciente é destinada para avaliação detalhada da forma e da função do nariz, esse processo é o passo mais importante e fundamental para um resultado satisfatório. É importante decidir o que fazer em cada nariz considerando as particularidades estéticas e funcionais do paciente.

Ninguém possui um nariz igual ao outro, portanto cada um deve ser estudado em suas proporções, detalhes próprios, ângulos, relevos e sombras.

O processo de avaliação realiza um histórico nasal, onde são coletados dados informados pelo paciente e exame anatômico da estrutura nasal interna e externa. O cirurgião deve ser capaz de enxergar e entender a anatomia do nariz com os seus dedos, através da palpação.

Para auxiliar no planejamento e processo cirúrgico, além da análise clínica e visual do paciente, o cirurgião também conta com recursos fotográficos, uma documentação fotográfica de qualidade auxilia o cirurgião a visualizar novos detalhes e oportunidades de melhoria.

médica de frente ao paciente
Foto: Reprodução Getty Imagens

As oportunidades de melhora são apresentadas e discutidas uma a uma.

O planejamento é a parte crucial da cirurgia, afinal deve haver um consenso entre o desejo do paciente e a opinião do cirurgião, por isso conversar com o médico e esclarecer todas as duvidas possibilita analisar as limitações de cada caso.

Planejamento

A ansiedade faz com que o paciente queira realizar a cirurgia quanto antes, mas cada caso define o prazo para a realização do procedimento.

Todo o processo da cirurgia é baseado nos dados pré-estabelecidos em consulta inicial e em relação a face de cada paciente, considerando as características de cada um, como idade, tipo de pele, personalidade, altura, etnia e função respiratória.

Com base nessas informações é feito um plano cirúrgico que melhor atende a nova face do paciente ressaltando todos os seus detalhes.

O médico poderá solicitar exames que o auxiliem no procedimento e na visualização da cirurgia, dentre eles:

  • Simulação computadorizada: ajuda o paciente a visualizar os objetivos da cirurgia e também colabora no planejamento. A simulação não pode ser utilizada como garantia de resultado, é somente para desenhar uma concepção e ilustrar as expectativas ao paciente.
  • Fibronasocopia, um exame que permite a avaliação da laringe das vias aéreas superiores, sendo possível analisar as estruturas da cavidade nasal através de uma fibra ótica flexível. O exame é feito com anestesia tópica onde a fibra é inserida pela cavidade nasal permitindo uma avaliação detalhada e amplificada das cavidades.
  • A Tomografia Computadorizada (TC) é um exame de imagem que possibilita visualizar através de vários ângulos e em detalhes de estruturas anatômicas somente acessíveis por procedimento cirúrgico. É solicitada para diagnóstico de doenças como sinusite e desvio de septo nasal dos seios da face ou quando se planeja a abordagem conjunta dos seios paranasais.

Procedimento

imagem com foco em nariz de uma mulher
Foto: Reprodução Getty Imagens

A cirurgia plástica do nariz pode ser feita dentro do nariz ou através de um pequeno corte externo na base do nariz, entre as narinas. O cirurgião poderá alterar a forma dos ossos nasais ou das cartilagens de várias maneiras, dependendo da quantidade a ser removida ou adicionada, da estrutura do nariz e dos materiais disponíveis

A rinoplastia pode ser realizada com anestesia geral ou local com sedação, dependendo basicamente da necessidade de procedimentos e principalmente do tempo cirúrgico programado.

A anestesia geral é indicada em casos que são planejados procedimentos maiores associados. Esta técnica anestésica promove inconsciência total possibilitando a realização da intervenção cirúrgica.

A decisão entre os tipos de analgesia deve ser discutida anteriormente, na consulta pré-operatória onde será considerando os aspetos do paciente, a necessidade do médico e o desejo do paciente.

O tempo de duração de uma rinoplastia varia entre 2 e 4 horas, podendo durar até mais em casos onde há necessidade de reconstrução.

A delicadeza da rinoplastia está em trabalhar cada pequeno detalhe do nariz de modo individualizado para que o resultado final do procedimento, seja satisfatório e   natural e promova melhoria contínua da qualidade de vida do paciente.

Pós-operatório

na imagem médico pressiona curativo sobre nariz da mulher
Foto: Reprodução Getty Imagens

O pós-operatório da cirurgia nasal não é doloroso na maioria dos casos. Um analgésico simples é suficiente para controle da dor. A grande maioria dos pacientes de rinoplastia passa somente o dia no hospital em observação e recebe alta no mesmo dia.

O maior desconforto na primeira semana é a obstrução nasal causada pelo edema (inchaço) que ocorre dentro do nariz. Atualmente com a grande evolução nas técnicas cirúrgicas de rinoseptoplastias é possível não utilizar os tampões nasais, o que torna a recuperação muito mais rápida e menos dolorosa.

Após a cirurgia, o paciente necessita descansar com a cabeça erguida acima do peito, para reduzir o sangramento e o inchaço. 

Para uma recuperação sem intercorrências é necessário seguir algumas regras que amenizam o desconforto da operação:

  1. Faça aplicação de gelo na face (abaixo dos olhos) para minimizar edema e equimose.
  2. O inchaço nasal externo e interno é normal e pode aumentar até o terceiro dia, causando obstrução e congestão nasal.
  3. Em caso de dor, use somente as medicações prescritas pelo seu médico.
  4. Coma alimentos leves ou à base de líquidos. Após o procedimento dê preferência aos que não exigem mastigação excessiva.
  5. Para limpeza, lave o nariz com soro fisiológico. Não é necessário assoar o nariz com força, já que isso aumenta a chance de sangramento.
  6. O cabelo deve ser lavado como é feito em salão, evitando o contato direto da água com o curativo nasal.
  7. Os pontos são retirados após 7 dias.
  8. Evite o uso de óculos por até quatro semanas, nos casos onde houve a necessidade de fraturas dos ossos nasais.
  9. As atividades físicas leves podem ser realizadas após três semanas e as que exigem maior esforço, somente após a liberação de seu médico.
  10. Utilize protetor solar diariamente, a exposição intensa ao sol aumenta o risco de alteração de coloração.
  11. Retoques cirúrgicos podem ser realizados após seis meses ou de acordo com avaliação médica, assim é possível julgar se há alguma pequena deformidade e a maioria dos edemas já estarão reabsorvidos.
  12. O paciente deverá realizar consultas periódicas de acompanhamento para avaliação dos resultados de acordo com orientação médica.

Agora que você já sabe o passo a passo pra fazer uma rinoplastia de sucesso, é só investir no seu sonho e aumentar sua autoestima.

Fonte: http://www2.cirurgiaplastica.org.br/

Instagram