Perineoplastia Plástica de reconstrução no períneo

A reconstrução do períneo é um procedimento para reparara área perineal feminina, é realizado na região íntima reconstruindo as áreas enfraquecidas, danificadas ou laceradas.

O procedimento visa recompor o períneo devolvendo a mulher à sensibilidade, o conforto e a qualidade de vida.

O que é Períneo?

É uma estrutura fibromuscular entre o ânus e a vagina que integra o assoalho pélvico nas mulheres. Geralmente há alargamento e danos durante o parto vaginal que podem causar desconforto durante a relação sexual e outros problemas como, deficiência do períneo e prolapso da parede vaginal.

Como é realizada a cirurgia da reparação no períneo?

O procedimento realiza a aproximação dos tecidos fibrosos e da musculatura na entrada da vagina e reparação da pele.

Foto: Reprodução Getty Imagens

Assim é feita a reconstrução do corpo perineal e unir o introito (entrada da vagina).

Pré-operatório da cirurgia de reconstrução do períneo

Em consulta inicia o médico avaliará as condições da área intima da paciente e esclarecerá sobre a técnica a ser utilizada na cirurgia.

Caso seja necessário o médico pode indicar a realização de cirurgia de prolapso do útero, que pode ser realizada em combinação com a Perineoplastia.

Serão solicitados exames laboratoriais e ultrassom para avaliação da saúde da paciente, o médico também orientará sobre cuidados que devem ser tomados antes da realização do procedimento, como:

  • Permanecer em jejum (mínimo 8horas)
  • Não utilizar drogas, cigarros e bebidas alcoólicas.
  • Comparecer com acompanhante no dia da cirurgia

Qual anestesia é utilizada na cirurgia de reparação do períneo?

A cirurgia é realizada com anestesia geral ou espinhal com sedação. O procedimento dura cerca de 30 minutos.

Foto: Reprodução Getty Imagens

Pós-operatório da reparação do períneo

Após o procedimento o paciente permanecerá em sala de observação com medicação. O médico orientará sobre recuperação e medicação a ser utilizada em casa.

Logo após liberação médica o paciente deve permanecer em repouso e evitar atividades físicas e movimentos bruscos. Os pontos utilizados podem ser dissolúveis levando ate seis semanas para serem dissolvidos.

A região pode ficar dolorida e causar desconforto por ate duas semanas, mas após um mês a mulher nota redução dos sintomas e pode retornar as suas atividades sociais.

A atividade sexual deve ser evitada por cerca de 40 dias, para evitar complicações na área, diminuição do inchaço residual e recuperação completa da paciente.

Fonte: SBCP http://www2.cirurgiaplastica.org.br/

Instagram