Entrevista com Dr. Etienne Soares Miranda  sobre o segredo da beleza e os resultados perfeitos da Cirurgia Plástica

Entrevista com Dr. Etienne Soares Miranda  sobre o segredo da beleza e os resultados perfeitos da Cirurgia Plástica

novembro 16, 2021 Off Por Dr. Reinaldo Araujo Medico membro SBCP

 

Conteúdo ocultar

Dr Etienne Cirurgião Plastico em Belo Horizonte entrevista exclusiva

A Revista Plastica dos Famosos  publicou uma  entrevista e tambem é um capítulo do livro bem escrito e significativo com o título húngaro “Monetársak”, que trata dos termos mais importantes e questões da sociedade atual, como beleza e dinheiro.

O cirurgião plástico abre novas possibilidades na vida do paciente
– Dizem que a beleza vem de dentro. Como se encaixa que qualquer um pode ir a um cirurgião plástico, colocar uma certa quantia de dinheiro na mesa e pedir ao médico para “juntá-los”?

Dr. Etienne: – Não vai assim. Uma consulta de cirurgia plástica funciona conversando com o paciente, que conta quais dotes físicos ou deformidades perturbam sua harmonia mental e física. Eles pedem nossa ajuda para resolver isso. Dedos mal se movendo, pálpebras caídas ou seios deformados também podem representar um problema. Várias soluções são delineadas para que o paciente selecione em conjunto a mais adequada. Hoje em dia, a cirurgia plástica não é privilégio apenas dos ricos. A gama de pacientes é muito ampla; de mães com mais filhos, passando por uma pobre menina cigana, a um rico CEO. As pessoas não devem abordar este tema apenas a partir do que veem nos meios de comunicação de massa e na transformação pública das celebridades. Estereótipos ruins estão arraigados na consciência pública de filmes americanos que mostram cirurgiões plásticos como playboys bronzeados, e seus pacientes como Baywatch-girls com seios enormes.

O desconhecimento é o principal motivo dessas crenças, pois a cirurgia plástica possui tantas áreas que pode ser considerada como o mais diversificado ramo da medicina – incluindo cirurgia reconstrutiva, cirurgia estética, cirurgia de queimados, cirurgia de mão e medicina regenerativa. Este campo tem muito poder inovador gera um enorme progresso na medicina. A cirurgia plástica é uma das disciplinas da medicina que mais cresce: além do desenvolvimento de ferramentas e equipamentos, a área de cicatrização de feridas e regeneração de tecidos é amplamente baseada na experiência crescente dos cirurgiões plásticos. Conseguimos resultados notáveis, por exemplo, no campo da substituição de tecidos, pois conseguimos reconstruir uma mama a partir dos próprios tecidos do corpo após um tumor maligno. Também vimos que vamos “produzir” tecidos totalmente funcionais a partir de células próprias ou cultivadas do paciente. A microcirurgia, o desenvolvimento da engenharia genética oferecerá ajuda contra muitas doenças e lesões. Esta profissão permite a reposição de partes do corpo perdidas, como orelhas ou nariz. Podemos “reparar” muitas coisas para restaurar a forma e a função da forma mais perfeita possível.

dr. Etienne Soares Miranda

– Parece tão incrível! Existem limitações para o desenvolvimento?

– Há limites, e haverá também. Podemos formar asas de anjo nas costas humanas a partir de retalhos de pele e músculo, mas não faremos isso. Nossa tarefa não é criar um novo homem, mas aplicar as possibilidades do desenvolvimento tecnológico no corpo humano, mesmo que um distúrbio ou lesão perturbe a harmonia física e mental. A insatisfação corporal pode causar diversos problemas, podendo prejudicar a saúde mental. A cirurgia plástica também pode oferecer ajuda nessas situações, quando apropriado.

– Como um cirurgião plástico pode ajudar?

– Talvez seja difícil aceitar que eu e milhares de colegas consideremos uma ajuda se uma mulher conseguir um emprego melhor ou ter um relacionamento mais feliz após a mamoplastia de aumento. Fato científico: as mulheres que tinham complexo de inferioridade por causa de seus seios anteriormente disformes e muito pequenos ou muito grandes, têm um aumento dramático de autoconfiança após a correção da mama. Essa melhora é comparável a separar os dedos fundidos de uma criança para garantir melhores habilidades manuais, pois os pacientes se consideram mais bonitos, mais valiosos se estiverem satisfeitos com sua aparência.

dr. Etienne Soares Miranda

Podemos ajudar aquelas mulheres cujo trabalho exige proporções corporais perfeitas, aparência perfeita. E também aquelas que estão incertas em sua existência feminina por causa de uma característica desvantajosa, de modo que dificilmente conseguem encontrar um parceiro e obter sucesso em outras áreas da vida. Muitas pessoas se consideram mais valiosas se acharem sua própria aparência mais bonita. Isso geralmente é um tabu, mas como diziam os antigos gregos: “Corpo são, mente sã”.

O termo um tanto pejorativo de “mundo cachorro come cachorro” é perfeitamente verdadeiro para o processo de evolução: milhões de anos de “seleção” levaram à criação da humanidade de hoje. “Quanto mais bonita e inteligente você for, maiores serão suas chances.” As pessoas sempre procuraram aprimorar seus dotes internos e externos, aumentando seus conhecimentos, desenvolvendo suas habilidades, exercitando seu corpo, cuidando e decorando seu exterior. Quão apropriado é que a palavra gregad “plastikos”, de onde vem o termo cirurgia plástica, significa “treinamento”!

– E como é a busca pela beleza em nossos genes?

– Pesquisas mostram que um bebê recém-nascido apenas 14 horas após o nascimento parece mais tempo nas fotos de rostos bonitos do que em rostos menos bonitos. Durante outra série de pesquisas examinando a beleza humana e seus efeitos, 1.182 crianças votaram em colegas da mesma idade que eles acham que terão mais sucesso nos registros escolares. Crianças adoráveis ??com características atraentes obtiveram 74%, enquanto o grupo menos atraente obteve apenas 26%.

– Por que consideramos a simetria tão bonita?

– Existem certas proporções que achamos bonitas há milhares de anos, e ainda as consideramos bonitas. A busca pela simetria está em nosso DNA. Se você remover partes assimétricas de um rosto bonito, ele se torna ainda mais atraente. A simetria sugere características valiosas, como estabilidade de desenvolvimento, resiliência e fertilidade. Na natureza, a simetria é a expressão de calma, ergonomia, racionalidade, estabilidade. Uma parte significativa dos espécimes da vida selvagem constrói seu corpo seguindo algum tipo de simetria. A biosfera é o tesauro de eixos de simetria, pontos de espelhamento e planos. O domínio da simetria é instigante. Uma causa provável é a facilidade de movimento para cada organismo simétrico. Os grupos dominantes da população humana sempre consideraram a simetria como harmoniosa e bela. A simetria facial das mulheres sempre foi mais importante porque o rosto dos homens foi coberto por barba por dez mil anos.

– Mas o ideal de beleza está em constante mudança! Quem gostaria da Vênus de Milo agora?

– Não é bem assim, porque se você comparar a máscara mortuária de Nofretete, a antiga rainha egípcia e suas obras de arte com o rosto de Penélope Cruz, na verdade existem diferenças muito pequenas na simetria facial, proporções e características. Isso significa que o ideal de beleza dificilmente mudou desde 3-4 mil anos. Isso se aplica às proporções naturais. Claro, há algumas mudanças. Agora vivemos em uma época em que as mulheres fazem as sobrancelhas com o arco subindo de dentro para a linha da pupila, depois descendo, enquanto isso, Marilyn Monroe ou Zsazsa Gabor sempre desenhavam como um semicírculo. As rainhas da beleza dos últimos anos têm esse formato de sobrancelha moderno quase sem exceção. A pequena mudança pode ser explicada pela mídia e pela mudança de hábitos. Os ideais de beleza também diferem de acordo com os continentes: os seios são bastante pronunciados na Europa, as nádegas na África e os olhos e o nariz na Ásia.

– Você consegue determinar, onde estão as mais belas do mundo?

– Eu acho que as mulheres mais bonitas vivem no Brasil e tambem em outros paises como bacia dos Cárpatos ou a algumas centenas de quilômetros de distância, então na Hungria, Ucrânia, Croácia e Romênia. Isso se deve principalmente à enorme diversidade genética. Esta é a mistura mais variada de diferentes grupos étnicos. Você pode ouvir muitas vezes que as mulheres Brasileiras são as mais bonitas do mundo.

dr. Etienne Soares Miranda

Uma das principais causas é o estilo de vida nômade de nossos ancestrais e os ataques armados para retardar a formação de uma comunidade ocidental antes do estado de Santo Estêvão. Mais tarde, a proporção de genes Tartas, Cuman, Slavic, German e Turco aumentou. A beleza excepcional da mulher húngara deve-se a esta mistura genética especial. Os genes asiáticos misturaram-se com os genes dos territórios conquistados (Sicília, Portugal). A diversidade genética trouxe suas próprias recompensas. É surpreendente que mesmo os homens que vivem em continentes distantes também achem as mulheres húngaras as mais atraentes se puderem escolher entre muitas. Fotógrafos que imortalizaram as fotos de belas mulheres húngaras chamaram minha atenção para o fato de que as mulheres mais atraentes vivem nas cidades de Kecskemét e Székesfehérvár. Talvez porque havia importantes estradas militares, e nossa nação de aventureiros se tornou uma nação acomodada no centro da Europa.

– Você gosta de mulheres bonitas? O que você sente quando é o chefe do júri em um concurso de beleza?

– Os concursos de beleza são locais de treino para mim. Eu não sento lá como um homem, mas como um conhecedor. Principalmente como em um museu. Estou olhando para as proporções e tento classificar a beleza e expressá-la em números. Estou procurando e aprendendo a beleza harmônica.

dr. Etienne Soares Miranda

– Como definir a mais bela beleza?

– Um alto grau de proporcionalidade se aplica ao rosto e ao corpo das meninas, mulheres e cada pessoa. Este fenômeno está se aproximando da seção áurea, simbolizada pela letra grega phi, e matematicamente descrita por ? ? 1,618. Este indicador também está presente na natureza (galhos de árvores, raízes, o contorno de caracóis), e pode ser encontrado no art. Você conhece o famoso desenho de Leonardo da Vinci, a figura humana com os membros estendidos em círculo. Leonardo mostrou como o phi se aplica ao nosso corpo. O comprimento dos dedos em relação à palma, a parte muscular da panturrilha em relação à panturrilha inteira, as proporções da face ou dos seios são semelhantes.r idêntico aos números de Fibonacci. Os cirurgiões plásticos também aplicam essa proporção áurea e a simetria mencionada acima. Como chefe do júri dos concursos de beleza, preciso falar muito sobre a beleza feminina. Gostaria de convencer a todos que a beleza de uma mulher é um segredo sobrenatural inexplicável, que é o jogo sofisticado de formas e aura, e está presente com uma força avassaladora em cada mulher. Complicada para determinar a mais bonita, a decisão muitas vezes é difícil para o júri.

– É possível explicar a busca constante do homem pela beleza?

– O antropólogo diria: “A busca da beleza existe desde os tempos antigos. É uma tendência evolutiva.” Dostojevski escreveu que a beleza e a arte de manifestá-la são inseparáveis ??do homem, sem a qual praticamente não há prazer na terra. As pessoas querem, encontram e absorvem a beleza incondicionalmente, só porque ela é bela. Eles o adoram e não perguntam para que é usado. De acordo com o ponto de vista teológico, a resposta pode ser que Deus criou o homem à sua própria imagem para que as pessoas “sejam inerentemente belas”: elas buscam a beleza como buscam a si mesmas e a Deus. Talvez a busca pela beleza seja a mesma que nosso antigo desejo por Deus. Um cirurgião plástico não explica, essa é a missão dos filósofos. Aceitamos o fato e procuramos atender a demanda com o melhor de nosso conhecimento.

– Quanto tempo duram os resultados psicológicos da cirurgia plástica? Quão comum é o vício em cirurgias?

– Esse é um fenômeno extremamente raro. Na maioria dos casos, os pacientes chegam com um problema e, se conseguirmos encontrar uma solução, eles ficarão satisfeitos com isso por toda a vida. O bisturi dos cirurgiões plásticos corta a barreira, que impedia a plenitude de suas vidas, abrindo novas oportunidades para eles. A cirurgia estética está dando certo, não é com o diabo, apenas um dos instrumentos – como cosméticos, cabeleireiros e muitos outros – que são usados ??para realçar a beleza da mulher. Talvez a mídia possa inspirar alguém a procurar obsessivamente por cirurgias. Costumamos dispensar esses pacientes. Muitos de nós temos um pequeno distúrbio de imagem corporal, mas pacientes com problemas graves de imagem corporal não devem ser operados porque a cirurgia plástica não oferece uma solução para eles. Em casos normais, as indicações são normalmente estabelecidas pelo paciente, e aceitamos isso após consideração. A cirurgia plástica é a encruzilhada da medicina e da cura, e dos serviços de embelezamento. Isso não é nada para se envergonhar. Além disso, devemos nos esforçar para curar e remodelar com perfeccionismo e fornecer esse serviço no nível mais alto possível.

– Você também tem pacientes famosos. Algumas pessoas deste círculo estão presentes nas revistas com suas repetidas intervenções cirúrgicas. Você já teve um paciente assim?

– Não me lembro de ter tido algum paciente famoso que tenha exagerado, mas se isso acontecer, com certeza vou desencorajá-los de várias operações. Não devemos realizar uma cirurgia que não faz sentido. Faço apenas o que sei que beneficiará o paciente.

– No Brasil, existem dois termos para “paciente”: um deles é “beteg”, que significa literalmente uma pessoa com uma doença, e o outro é “páciens”, que não contém nenhuma indicação do seu estado de saúde. O que é correto quando se trata de cirurgia plástica?

– É melhor usar a palavra “páciens”, porque de fato acontece muitas vezes que fazemos cirurgias em pessoas saudáveis, como uma das particularidades da cirurgia plástica.

– Cirurgiões plásticos são psicólogos que trabalham com bisturi?

– Eu não diria isso, mesmo que experimentemos mudanças psicológicas espetaculares após uma cirurgia plástica que resolveu uma deformidade anterior. Graças à sua aparência restaurada, nossos pacientes podem participar da vida social com confiança, abrindo novas possibilidades nunca antes vistas.

Um bisturi é uma ferramenta cirúrgica que leva a resultados rápidos e imediatos. Apenas o processo de cicatrização, o tempo de recuperação pode ser um pouco atrasado.

Um psicólogo enfrentará uma complexa teia de emoções, crenças e pensamentos que dificultam a saúde mental e física do paciente. Isso requer um tipo diferente de ferramentas para fazer uma mudança positiva e muito mais tempo. Outra grande diferença é que o cirurgião é ativo durante a operação, enquanto o paciente é em sua maioria completamente passivo em anestesia profunda durante sua transformação. Uma intervenção psicológica sempre requer a cooperação ativa do paciente. Os dois paradigmas são essencialmente diferentes. O cirurgião remove o “errado”, talvez para ser substituído ou transformado em “certo”.

O psicólogo estimula o paciente a descobrir suas próprias características e sintomas percebidos como “errados”, mas que foram criados por uma causa inerentemente boa, e sua sobrevivência só é possível porque eles têm algum propósito em um sistema maior. Se o sistema mudar, os sintomas não serão mais necessários, então eles desaparecem quasepor si próprios. Sintomas indesejados “descamam” como células mortas da pele, que não são mais necessárias.

A natureza do relacionamento com o paciente também é diferente nessas duas profissões de cura. Dentre as relações médico-paciente, a relação cirurgião-paciente é a mais íntima, pois o paciente dá ao cirurgião uma onipotência temporária para sua própria segurança, caso contrário não ousaria entrar na faca.

dr. Etienne Soares Miranda

Para comunicar de forma eficaz, temos de compreender os processos psicológicos que ocorrem na relação médico-paciente. Isso requer talento pessoal, que pode ser desenvolvido com treinamento, mas se desenvolve por si só durante a prática se prestarmos atenção aos novos elementos e possíveis problemas. Técnica de entrevista discreta é muito importante. Imagine que alguém tenha sonhado por décadas com uma aparência mais bonita, ou tenha algum tipo de deformação, o que causa diminuição da auto-estima, e o torna muito reservado. Explorar esses problemas é tarefa do cirurgião plástico. Às vezes os pacientes não se atrevem a falar sobre isso porque nos procuraram na primeira conversa. Isso é normal, e é nosso dever construir uma relação de confiança, na qual possam revelar todos os problemas. Na verdade, muitas vezes revelamos mais sobre o problema do que durante uma conversa com um psicólogo. E isso é bastante compreensível, já que o paciente espera que a solução possa ser atendida com a cirurgia, enquanto espera apenas simpatia do psicólogo, que também está em uma posição especial.

– Em comparação com outras profissões, qual a importância da confiança na cirurgia plástica?

– A confiança é o pré-requisito para qualquer profissão de cura. Isso se aplica exponencialmente à cirurgia plástica. As pessoas não confiam seu carro a alguém em quem não confiam, muito menos a si mesmas, seus rostos ou seus seios! Muitos sentem ansiedade ou medo na presença de um médico, que se deve às suas más experiências anteriores devido às deficiências do sistema de saúde. Em casos ideais, a presença de um médico proporciona uma sensação de segurança e não causa ansiedade; especialmente em uma enfermaria de hospital. Um ambiente pacífico, um fundo estável é a base da boa cooperação. Consideramos isso extremamente importante em nossa clínica.

– Qual é a proporção de pacientes do sexo feminino e masculino em sua clínica privada?

– Aproximadamente 80:20 a favor do publico feminino. As intervenções estéticas também estão se tornando cada vez mais populares entre os homens no Brasil. Mais e mais homens recorrem a cirurgiões plásticos.

– Como você pode explicar isso?

– Com a mudança de atitudes e uma compreensão mais profunda das pessoas, e com os métodos e dispositivos cada vez mais em evolução. Por exemplo, anteriormente não havia solução para o tratamento de seios masculinos feminizados, embora possa ser muito embaraçoso para um homem. Outra explicação pode ser que os pacientes falem sobre suas experiências positivas, o que é repassado pela mídia.

De acordo com uma pesquisa americana de 1972, 85% por cento dos homens estavam satisfeitos com seu corpo, enquanto em 2001 apenas 57%. Isso certamente se deve também à mídia nos EUA, lembrando queestes dados sempre reflentem nas estatiticas no Brasil. Durante esse tempo, a massa muscular do G.I. Joe figura dobrou! E como um fenômeno novo, a chegada de um bebê recém-nascido desgasta tanto fisicamente os pais que precisam de um pacote específico de cirurgia plástica. Isso é chamado de Daddy Makeover. Assim, além das operações de recuperação pós-natal do Mommy Makeover, também surgiu o Daddy Makeover, que inclui principalmente lipoaspiração, abdominoplastia e tratamento estético facial. Mas no Braisil, preferimos recomendar aos “novos papais” mais sono, ingestão calórica controlada e mais esporte. Este é o primeiro passo. Aliás, a rinoplastia é a cirurgia estética mais popular entre os homens nos EUA, seguida da lipoaspiração logo atrás. No Brasil, não temos dados estatísticos específicos.

– Qual faixa etária é a mais frequente em sua prática e quais são as intervenções mais populares entre elas?

– O filho mais novo tinha alguns meses e o paciente mais velho tinha 98 anos. As pessoas recorrem a nós com qualquer tipo de problema da cabeça aos pés. Fazemos tudo em nossa clínica particular, desde a reconstrução mamária até a remoção de verrugas e unhas encravadas. A faixa etária mais comum são as mulheres entre 25 e 45 anos. As cirurgias mais populares são a cirurgia de mama e a lipoaspiração. A cirurgia plástica não é privilégio apenas dos ricos. Alguns fatores frustrantes podem estar presentes desde a infância, desde o desenvolvimento precoce do autoconceito. Se alguém acredita firmemente que só pode se tornar completo se se livrar de algo que o deixa infeliz, ou simplesmente quiser que uma parte do corpo seja mais bem-feita e o faça feliz, a mudança é possível e, em muitos casos, é uma obrigação. Este não é um “entretenimento rico” e nem inatingível. Eu tinha um carteiro e um motorista de carrinho em meu consultório, que coletaram o dinheiro com anos de economia consciente para pagar a cirurgia, e eles estão felizes desde então.

– A cirurgia plástica é uma história de sucesso, e os cirurgiões plásticos são pessoas especiais?

– Eu acho que a cirurgia plástica é uma história de sucesso, porque – se aplicada de acordo – pode contribuir para a qualidade de vida dos pacientes de tal forma que outras profissões não podem. Mudamos a forma e a função juntos, ao mesmo tempo. Isso muda a vida de um paciente com fissura labial e também muda a vida de uma mãe, depois de reparar suas “orelhas de cachorro” e músculos do estômago. Por outro lado, não somos os grandes “mágicos”. Ninguém, nenhum cirurgião plástico deveria acreditar em tal coisa de si mesmo. Nossa profissão é assim: tem o potencial de mudar o corpo dos outros rapidamente e em uma direção marcadamente boa.

– O que determina o preço da cirurgia? E as clínicas com custos de cirurgia plástica baratos e publicidade intrusiva?

– Aqueles que perguntam apenas sobre o preço e vão ao lugar mais barato, quase certamente podem esperar o serviço médico mais frugal. Mas o mais caro também não significa o melhor, já que anúncios pagos e aparições na mídia também podem ser calculados no preço. Aqui posso dizer com orgulho que não gastamos um centavo em publicidade até agora. De qualquer forma, o cálculo é baseado em um sistema complicado. Os componentes incluem a qualidade do equipamento e dos materiais, a qualificação da equipe, o histórico clínico, as ferramentas disponíveis no centro cirúrgico, o tipo de anestesia, o tempo de internação, a qualidade do atendimento médico. O preço também depende do treinamento regular no exterior, viagens de estudo e congressos do cirurgião plástico, e dos caros livros e revistas profissionais. Se você sempre quer usar uma das melhores (se não a melhor) técnica neste mundo em rápida mudança, você precisa fazer mais cursos todos os anos que custam milhares de dólares. Caso contrário, ainda usaríamos cânula grossa para lipoaspiração e não poderíamos realizar lipofilling para regeneração tecidual.

Os interessados ??em intervenções estéticas podem encontrar diversas empresas na web, fóruns online e em outros anúncios que não publicam o nome dos cirurgiões plásticos contribuintes. Pode acontecer que o paciente seja recebido por um “consultor estético” sem nenhuma qualificação médica e experiência profissional, o que é compensado com habilidades de vendas intrusivas – e o cirurgião plástico anônimo atenderá o paciente somente após a intenção declarada e o pagamento antecipado.

Esses negócios, que não são liderados por cirurgiões plásticos, realizam práticas indescritíveis tanto profissionalmente quanto eticamente. Não é coincidência que a maioria dos implantes mais baratos (e posteriormente considerados inadequados) tenha sido usada em alguns desses locais. Manipular com preços baratos é, portanto, perigoso também, pois não se enquadra no uso esperado da melhor tecnologia e materiais. Táticas de negócios ousadas, cupons e “o outro seio pela metade do preço” ou “depilação gratuita com aumento de mama” são antiéticos. Estão desrespeitando tanto o paciente quanto a profissão, por isso foi banido pelas sociedades de cirurgia plástica em muitos países. Infelizmente, ainda não no Brasil. Mas a maioria dos pacientes fica desconfiada ao ver o ambiente e a falta de profissionalismo durante a consulta.

– Como os pacientes famosos o encontraram? Eles pagam pela cirurgia?

– Temos pacientes famosos também, mas, diferentemente de muitos outros lugares, todos pagam o preço normal da cirurgia. Eles vêm com base em recomendações, assim como a grande maioria.

– Qual foi o último pedido que você não quis atender?

– Um dos meus colegas levantou expectativas irreais em relação à recuperação pós-operatória, então não realizei a operação. Além disso, havia uma paciente com problemas de imagem corporal e panturrilhas muito bonitas e esbeltas, mas ela queria deixá-las mais grossas.

– E as complicações? São comuns?

– São muito raras porque geralmente operamos nos tegumentos do corpo humano, não nos órgãos internos do tórax ou do abdome. Em um ambiente hospitalar adequado, você pode reduzir o risco de complicações com técnicas de economia de tecidos, dispositivos modernos e medicamentos.

– Qual é o segredo dos resultados perfeitos na cirurgia plástica? Que fatores afetam o resultado de uma mamoplastia de aumento? Qual poderia ser o segredo para a satisfação do paciente a longo prazo na prática?

– Gostaria de enfatizar cinco coisas.

dr. Etienne Soares Miranda

1. Abordagem individual. Todos têm dotes individuais e imagem corporal a serem analisadas em detalhes. Abertura necessária em relação à personalidade do paciente. A confiança adequada na comunicação também é importante, para que a paciente possa formular sua solicitação e expectativas quanto ao formato e tamanho da mama. Todo paciente deve ter expectativas realistas, e isso exigirá uma discussão detalhada. Por exemplo, temos que escolher os implantes mais adequados entre mais de 1.000 tamanhos diferentes. Parte do tratamento individual é estabelecer expectativas realistas para o resultado final.

2. Qualidade acima de tudo. Nós sempreys utilizar os produtos de melhor qualidade disponíveis, sejam instrumentação ou implantes. Apenas o melhor material deve ser implantado no corpo humano, não há compromissos. Isso inclui o rigoroso cronograma de trabalho esperado na sala de cirurgia (o que resulta em máxima esterilidade) e o controle, seleção e treinamento dos membros da equipe. Você não pode cometer erros neste negócio porque há sérias consequências.

3. Criatividade. A mamoplastia de aumento – e a cirurgia plástica em geral – exige muita criatividade, bom olho e habilidades artísticas. Devemos nos treinar. Este tipo de cirurgia com muitos outros estão na fronteira entre a ciência e a arte. Menos geralmente é mais, já que seios perfeitamente moldados parecem maiores do que os realmente maiores com escala e forma inadequadas.

4. Técnica. Muitas dúvidas surgem sobre o aumento de mama “perfeito”. Que tipo de implantes devem ser usados? Qual tamanho? Qual forma? Onde no peito, e comparados entre si? Obviamente, existem pontos mais arriscados.

5. Inovação. A cirurgia plástica é um dos ramos mais inovadores da medicina. Sempre aderimos à idade (com o uso de bisturi ultrassônico, por exemplo) e até criamos novos desenvolvimentos, que, se forem bons, serão apreciados pelas revistas médicas estrangeiras.

– Qual é a razão se um paciente está insatisfeito?

– Existem muitas razões possíveis, mas muitas vezes a falta do que foi dito acima pode ser detectada. Aderindo ao tópico da mamoplastia de aumento, há mais lugares onde as pacientes são desencorajadas de implantes anatômicos com informações falsas, mesmo quando essa seria a melhor solução para elas. Expectativas irreais também podem gerar insatisfação, tanto no pós-operatório quanto no resultado esperado da cirurgia. Graças a Deus, a insatisfação é muito rara entre nossos pacientes.

– Em quantos lugares você está praticando agora?

– Realizo cirurgias que requerem anestesia geral principalmente na Clínica e Hospital Universitário Semmelweis, tenho consultoria e operações de cirurgia plástica pediátrica no Hospital St. John em Budapeste, lidero minha clínica particular e, além disso, tenho algumas operações na Alemanha também .

– Como você trabalha na Alemanha?

– Hoje em dia só vou de vez em quando. Trabalhei lá por nove anos, e alguns de meus pacientes insistem que devo operá-los se necessário.

– Você é um dos poucos cirurgiões plásticos que atuam em todos os ramos da profissão, operando pessoas da cabeça aos pés, tanto para fins estéticos quanto reconstrutivos. Como estes podem ser unidos? Em qual você é o melhor?

– De fato, realizo quase toda a gama de cirurgias estéticas e reconstrutivas, mas também opero pacientes com queimaduras e realizo cirurgias de mão. Além disso, também estou entre os poucos que realizam cirurgia plástica pediátrica. Estou interessado em todas as áreas do corpo, desde o couro cabeludo cabeludo (ou sem pelos) até os dedos dos pés. Por isso gosto da profissão. Eu amo todos os aspectos da cirurgia plástica. De acordo com os dados estatísticos, a maioria das minhas operações são cirurgias estéticas de mama e rosto, mas me sinto bem por ter conseguido continuar sendo uma cirurgiã plástica que não só faz aumento de mama e lipoaspiração, mas muito mais do que isso.

dr. Etienne Soares Miranda

– No inicio da carreira o Hospital foi você quem reiniciou a cirurgia plástica pediátrica. Como você conseguiu fazer isso?

– Meu chefe anterior, o médico-chefe  me convidou para voltar ao hospital. Ele me pediu para reorganizar a cirurgia plástica das crianças, que parou de funcionar por um tempo. Comecei a fazer, e logo todas as quintas-feiras ficaram cheias de cirurgias, e os horários das consultas são marcados para as sextas-feiras. Faço a gestão da cirurgia plástica pediátrica como um trabalho de meio período, um trabalho de caridade – porque o dinheiro pode ser ganho dessa maneira, não é mensurável pela satisfação que obtemos com a cura de crianças. Somos capazes de facilitar muito a vida da criança indigente com o tratamento de defeitos congênitos, distorções decorrentes de queimaduras, cicatrizes, fissuras labiais e lesões nas mãos desde poucos meses até 18 anos.

– Você também ofereceu ajuda médica no inicio da carreira e nas áreas de população que estão além da fronteira. Como essas atividades de caridade se encaixam em sua prática?

– Os dois são complementares. Não vejo grande diferença entre a felicidade de uma criança, que pode se encaixar mais facilmente na comunidade após a remoção de uma cicatriz, e a transformação de uma mulher cujos seios ficaram flácidos ou ficaram assimétricos após a amamentação, de modo que ela não conseguia se olhar no espelho, mas queria ser ela mesma novamente. Neste último caso, a cirurgia é realizada para fins estéticos, mas, na verdade, pode ser considerada reconstrutiva. Em ambos os casos, os pacientes encontram-se na harmonia de corpo e alma, que é o papel primordial da cirurgia plástica. Esta profissão é unificada, não pode ser dividida em várias disciplinas profissionais. Existem dois ramos principais da cirurgia plástica:estética e restauração. Leigos podem pensar que acreditam que os dois estão completamente separados. Como é bom quando o médico cura crianças no Hospital St. John, mas como é inapropriado fazer um aumento de mama em mulheres ricas mais tarde! Isso é absolutamente falso. Em primeiro lugar, a cirurgia plástica já está disponível para quase todos e, por outro lado, as duas áreas não podem ser separadas, pois claramente não há queixas de saúde “negra” ou “branca”.

Ao restaurar o nariz de uma criança ferida, fazemos o possível para que funcione, mesmo ajustando o movimento dos lábios, mas também nos esforçamos para torná-lo bonito e proporcional ao rosto. Durante uma abdominoplastia, não apenas cuidamos dos resultados esteticamente agradáveis, mas também temos que restaurar o funcionamento dos músculos circundantes. Este é um tema muito quente, pois os formuladores de políticas de saúde e especialistas financeiros gostariam de definir o termo “intervenções médicas apenas por razões estéticas” para torná-las sujeitas ao IVA – embora a questão seja muito mais complicada. A restauração estética existe; mas na vida real, não há intervenções puramente cosméticas, apenas nos tablóides.

 

– Que padrões de qualidade estão presentes na cirurgia plástica atual?

– Temos de cumprir os mais elevados padrões de qualidade e os requisitos impostos pelo nosso próprio perfeccionismo profissional. Há um número crescente de métodos modernos e as expectativas dos pacientes estão crescendo de acordo. A especialidade da nossa profissão é que o resultado seja visível por muitos anos. O objetivo da cirurgia plástica é obter uma aparência natural harmoniosa. Precisamos fornecer os mais altos níveis de atendimento personalizado aos nossos pacientes durante tratamentos estéticos e cirurgias, usando as técnicas mais suaves para alcançar os melhores resultados.

As intervenções que realizamos melhoram significativamente a qualidade de vida através do restabelecimento da harmonia do corpo e da alma. Mesmo que às vezes pareça um milagre, não fazemos maravilhas.